Montagem dos tapetes reflete o amor dos católicos por Cristo Eucarístico

Ainda estava escuro quando os desenhos começaram a ser riscados no chão. A Rua 14 de Julho, principal via do comércio central de Campo Grande, era preparada para mais tarde se tornar o caminho por onde o Cristo Eucarístico passaria entre os fiéis. Devoção em honra ao Senhor que vem visitar o seu povo.

Os tapetes que foram montados com borra de café, serragem de madeira, flores e outros materiais, são uma singela homenagem que católicos fazem para celebrar uma das principais festas do calendário litúrgico, a solenidade de Corpus Christi, quando a Igreja comemora a instituição do Santíssimo Sacramento da Eucaristia feita por Jesus na última ceia ( Mt 26, 26-28). ”

Paroquianos das 42 comunidades da Arquidiocese  de Campo Grande, além de movimentos como cursilho e acampamento auxiliaram na montagem. “Apesar dos trabalhos terem começado às 05h, a temperatura estava amena. Esse serviço é um gesto de devoção a Jesus”, disse Padre Odair de Souza Costa, organizador do evento, relembrando os dias de frio intenso que antecederam a data.

As crianças da Escola Filhos da Misericórdia, acompanhadas pela professora Delair Coelho, também ajudaram a confeccionar os tapetes.  Elas utilizaram material reciclável para a montagem, como lonas. “Eu senti um amor muito grande por Jesus”, declara Geicielly Denis Duarte de 12 anos.

O trabalho durou cerca de oito horas. Cada paróquia, movimentos e grupos se responsabilizaram por aproximadamente 30 metros. O tapete, que é uma tradição nascida no Brasil, seguiu por toda a rua 14 de julho desde a Avenida Mato Grosso até a Avenida Fernando Correa da Costa, um caminho de 1 km e 300 m .

Ana Paula Cardoso
Comunicação Institucional

Facebook Comments