03 DE ABRIL : JUBILEU GRUPOS DA ESPIRITUALIDADE DA DIVINA MISERICÓRDIA

Neste ano, dentro do Jubileu Extraordinário da Misericórdia, a festa que celebramos no Segundo Domingo da Páscoa, 03 de abril, se reveste de um caráter ainda mais especial.  Dom Dimas Lara Barbosa irá celebrar a Santa Eucaristia, às 09h00,  com os trabalhadores e trabalhadoras do lixão, no pátio da escolinha “Filhos da Misericórdia”, na Cidade de Deus.

Instituído por São João Paulo II, o Domingo da Divina Misericórdia é uma oportunidade para mergulhar na grandeza do mistério da Ressurreição. Contemplamos o peito de Cristo, aberto pela lança do soldado e de onde saiu sangue e água (cf Jo 18, 34).

Para tornar a Festa da Misericórdia ainda mais especial, programe sua peregrinação particular, em família, com seu grupo, pastoral ou movimento a uma das Portas Santas, em nossa diocese.

jFcbI4ln

Ó Sangue e Água que jorrastes do Coração de Jesus
como fonte de misericórdia para nós, eu confio em Vós!

 

 

O que fazer nesse Ano Santo?
Na Bula Misericordiae Vultus, o Papa Francisco sugere algumas iniciativas que podem ser vividas em diferentes etapas:

  • Realizar peregrinações;
  • Praticar as obras de misericórdia;
  • Intensificar a oração;
  • Passar pela Porta Santa em Roma ou na Diocese;
  • Perdoar a todos;
  • Buscar o Sacramento da Reconciliação;
  • Superar a corrupção;
  • Receber a indulgência;
  • Participar da Eucaristia;
  • Fortalecer o ecumenismo;
  • Converter-se.

As obras de misericórdia
A experiência da misericórdia torna-se visível pelo testemunho concreto. Todas as vezes que um fiel viver uma ou mais destas obras pessoalmente, obterá a indulgência jubilar.

Obras corporais

  1. Dar de comer aos famintos;
  2. Dar de beber aos que tem sede;
  3. Vestir os nus;
  4. Acolher o estrangeiro;
  5. Visitar os enfermos;
  6. Visitar os encarcerados;
  7. Sepultar os mortos.

Obras espirituais

  1. Aconselhar os duvidosos;
  2. Ensinar os ignorantes;
  3. Admoestar os pecadores;
  4. Consolar os aflitos;
  5. Perdoar as ofensas;
  6. Suportar com paciência as injustiças;
  7. Rezar a Deus pelos vivos e pelos mortos.

Facebook Comments